Emigração vs Imigração

Ao contrário do que é comum pensar-se, a actual presença africana em Portugal não se reduz aos imigrantes, mas engloba outras categorias sociais que aqui se propõe designar por luso-africanos. Essa designação engloba duas situações principais. Uma, mais antiga, é a dos africanos de nacionalidade portuguesa, de condição social média ou elevada e muitas vezes racialmente mistos, que optaram por se fixar em Portugal na sequência da descolonização. Outra, que se começa agora a configurar, é a dos filhos dos imigrantes que já nasceram e/ou cresceram em Portugal. Embora diferentes entre si, estas duas categorias têm, pelo menos, em comum aquilo que as diferencia dos imigrantes propriamente ditos: o grau de fixação na sociedade portuguesa e a ausência de um projecto de regresso aos países de origem. Tanto uns como outros se têm mantido à margem da crescente politização da etnicidade em Portugal. Mas, sobretudo se os contrastes sociais e culturais do conjunto das comunidades africanas com a população portuguesa, já hoje muito elevados na maioria dos casos, aumentar  em significativamente, isso poderá alterar-se a breve prazo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: